sábado, 25 de setembro de 2010

Espera(nça)

Realmente não era aqui que eu esperava estar hoje, mas estou. Não posso fazer nada a respeito, tem lugares que chegamos que não sabemos explicar. Não culpo ninguém, apenas eu mesma. Poderia ter tentado muito mais, ter sonhado mais.

Dias de sonhos, sonhos quebrados e perdidos. A quantidade não foi o problema, a intensidade talvez. O desejo, a vontade da realização. Não era para ser assim, certamente não era. Aos trancos e barrancos, sei que ainda tenho um coração.

Um coração vivo, que continua a bater, mesmo que algumas vezes eu deseje que ele não bata mais, isso não importa agora. Ele continua a esperar o grande momento.

Esperança certamente veio da palavra “esperar”. Só tem esperança quem sabe esperar. Talvez a vida seja uma eterna espera, mas minha contagem regressiva já está muito próxima do zero.

3 COMENTÁRIOS:

Renata disse...

A maior virtude é a espera.
Quem espera consegue, mas não basta só esperar, lutar faz com que a espera passe BEEM mais rápido!
Ameei o post!
E obrigada por me avisar (:
Beeijos :*

Bell Souza disse...

Carol!!! Você voltou! *_*. A esperança.. não sei se sou tão esperançosa quanto deveria, mas se esperança for esperar, acho que tenho esperança até demais!

Vivian disse...

bem, eu diria que a esperança é uma arte (:
não perca seu coração, não deixe que o tirem de você. E nunca perca a esperança, por mais que ela doa, ela faz um bem danado!
:*

Postar um comentário